O sonho pode mover nossas vidas, Mas só a fé, pode iluminar os nossos caminhos.

( Valquíria Cordeiro )



11 de out de 2010

Menina mulher/Menino poeta



Menina mulher

Minha menina encantada
Não sei se é mulher, ou fada
Rostinho de anjo e de vida
Alma faceira, querida...

Seus olhos sensuais, tão belos
Teu sorriso, tão malicioso
Tua boca tão doce...
Teu beijo, tão gostoso

Meu coração tu faz tremer
Quando se apossa de mim
Fazemos amor, me faz gemer
-Ai do meu ser -dor sem fim...

De puro Amor e de encanto
De vivo fulgor, sem pranto
Teu espírito limpo és meu ninho
Tua magia, és meu caminho!?


Menino poeta

Meu Menino maduro
Lindo! de coração puro
Rosto de anjo, sim!
E porque não de querubim?

Teus olhos negros, pura beleza
Fala de sonhos e proezas
Tua bondade me faz fada
Mulher menina, tão amada

E seu doce sorriso de encato
Revela de sua alma, a pureza.
Poeta de berço, sem dor, sem pranto
Como um ser divino da natureza

Tens o dom de me desvendar
Pele, corpo, mente e ar
Minha Alma faz tremer...
Tu és meu encanto, meu viver!

Dueto
Dolandmay e Valquiria Cordeiro
.
.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário